Aller directement au contenu

Duplex aconchegante misto de campo e praia.

Maison entière – hôte : Pedro
6 voyageurs2 chambres4 lits1 salle de bains
Logement entier
Vous aurez le logement (maison) rien que pour vous.
Nettoyage renforcé
Cet hôte s'engage à appliquer le processus de nettoyage renforcé en 5 étapes d'Airbnb. En savoir plus
Conditions d'annulation
Ajoutez vos dates de voyage pour connaître les conditions d'annulation de ce séjour.
Règlement intérieur
Cet hôte n'autorise pas les fêtes ou les événements. Afficher les détails
Casa duplex conjugada com outra igual. 2 quartos no piso 1, sala, cozinha americana, banheiro e área de serviço no piso térreo. Ampla varanda coberta com mesa de plástico e 4 cadeiras, rede e churrasqueira. Cerca elétrica e portão elétrico com lugar para 2 carros.

Accès des voyageurs
A casa, além da varanda privativa, tem mais um espaço de quintal privado, vedado com rede, o resto do quintal é partilhado com o vizinho da casa conjugada, para estacionamento dos carros.

Pour dormir

Chambre 1
1 grand lit
Chambre 2
1 lit simple, 1 lit superposé

Commodités

Wifi
Cuisine
Stationnement gratuit sur place
Télévision
Articles essentiels
Stationnement gratuit dans la rue
Entrée privée
Non disponible : Détecteur de monoxyde de carbone
Non disponible : Détecteur de fumée

Sélectionner une date d'arrivée

Ajoutez vos dates de voyage pour obtenir des prix exacts
Arrivée
Ajouter une date
Départ
Ajouter une date

4,33 étoiles sur 5 d'après 3 commentaires

Propreté
Exactitude
Communication
Emplacement
Arrivée
Rapport qualité-prix

Emplacement

Pium (Distrito Litoral), Rio Grande do Norte, Brésil

A casa fica vizinha ao balneário do Rio Pium, com muita animação na praia fluvial, e barracas com bom peixe frito. A rua tambem dá acesso á trilha do Vale Encantado com as suas plantações de açai. A praia de Cotovelo fica a 1km e o maior cajueiro do mundo fica a 5km. 8km de Ponta Negra.
A comunidade de Pium, localizada entre Natal e os municípios de Parnamirim e Nísia Floresta, tem como cartão postal uma feirinha de frutas e verduras que permanece durante o ano todo e se intensifica nos períodos de alta estação, quando as praias do litoral Sul Potiguar recebem uma infinidade de visitantes. A região também reúne diversos ateliês de artesanato que utilizam variadas tipologias, como papel machê, bordados, rendas de bilros, papel reciclado, restauração de móveis, xilogravura, mosaico e fibras de bambu, de cipó e de bananeira. Ainda concentra restaurantes, creperia, tapiocaria, pousadas, locais, para terapias alternativas, e oferece várias atividades ao ar livre, como passeios de cavalos, caiaque, trilhas ecológicas e turismo de aventura. Todos inclusos no projeto Caminhos de Pium.
ALGUNS DOS LOCAIS A DESCOBRIR
​São empreendimentos bem diversificados e vão desde um resort rústico que oferece gastronomia mediterrânea a um espaço holístico que alia hospedagem à terapia de cura no ritual xamã, do orquidário onde se toma chá e se aprende mais sobre a gastronomia japonesa à loja de móveis rústicos estilizados artisticamente, do bistrô café com fogão de lenha ao autêntico acarejé baiano, do passeio de caiaque ou quadriciclo à cavalgada na lagoa. Massagens com bambu, piscina de sementes de açaí, trabalho de recuperação de esculturas, tirolesa, oficinas de arte e trilhas ecológicas são outras atrações encontradas no Vale do rio Pium.
O turista também pode participar das tardes com forró autêntico ou apreciar as apresentações do grupo Auta de Luz, que promove uma experiência de autodescoberta e bem-estar, compartilhando os mistérios transcedentais da poesia sagrada e da pintura de mandalas.
Verificar a criatividade e engenhosidade da arte com bambu ou o trabalho das artesãs que expõem seus produtos em frente ao clube de mães.
A gastronomia é um atrativo à parte. Há sabores que se fundem por aquelas bandas. Crepes, acarajé, cozinha mediterrânea e suíça, além do regionalismo do carpaccio de caju, seriguela, doce de mangustão, geleia de jambo, tomate cereja com tilápia, doce de coco verde, pão de beterraba, doce de abóbora, licor de orquídeas e queijo melado no mel de engenho. São algumas das iguarias oferecidas a vai quem conhecer aquela área.
EXPECTATIVAS
​É o caso do casal Gelza Matsunae e Kemji Matsunae, imigrantes que se instalaram em Pium e fundaram a colônia japonesa no local em 1954. Hoje, o casal possui em casa um orquidário com mais de 200 espécies pronto para receber grupos de pessoas que desejam tomar um chá, apreciar um lico de orquídeas ou aprender mais sobre a culinária e cultura nipônicas durante oficinas ministradas pelo casal. "Esse projeto é de suma importância para quem tem negócios aqui. Eu diria que estamos redescobrindo os caminhos de Pium. É uma das formas de vivência e valorizr a nossa cultura", ressalta Gelza Matsunae, mais conhecida como Dona Gelza.

O italiano Silvio Ravagnani também tem expectativas de ampliar o número de hóspedes que chegam ao estabelecimento, um resort ecológico em estilo chalé rústico que preserva parte da vegetação nativa do lugar. A proposta é ofertar hospedagem a quem procura tranquilidade e maior contato com a natureza. "Nossa ideia é oferecer serviços de spa no futuro", planeja o italiano, que já pensa no fluxo de turistas internacionais. Hoje, essa captação é feita apenas entre amigos do empreendedor em visita ao Brasil.

Já Carlos Marx e Liz Barros estão interessados oferecer um guia zen para turistas, com o Espaço Flor de Liz. O local se propõe a oferecer acomodação para até 12 pessoas em busca de experiências holísticas para meditar ou apenas conhecer mais dessa linha filosófica. O espaço está montando rituais de cura xamãs de duas horas de duração com tapetes à beira do rio com pajé para que o visitante entenda mais da biodança e introdução à ioga. "Queremos sentir e verificar as demandas. Podemos expandir também e impantar ritual afrobrasileiro com percussão de atabaques sem a parte mediúnica", projeta Carlos Marx.

A comunidade de Pium, localizada entre Natal e os municípios de Parnamirim e Nísia Floresta, tem como cartão postal uma feirinha de frutas e verduras que permanece durante o ano todo e se intensifica nos períodos de alta estação, quando as praias do litoral Sul Potiguar recebem uma infinidade de visitantes. A região também reúne diversos ateliês de artesanato que utilizam variadas tipologias, como papel machê, bordados, rendas de bilros, papel reciclado, restauração de móveis, xilogravura, mosaico e fibras de bambu, de cipó e de bananeira. Ainda concentra restaurantes, creperia, tapiocaria, pousadas, locais, para terapias alternativas, e oferece várias atividades ao ar livre, como passeios de cavalos, caiaque, trilhas ecológicas e turismo de aventura. Todos inclusos no projeto Caminhos de Pium.
A casa fica vizinha ao balneário do Rio Pium, com muita animação na praia fluvial, e barracas com bom peixe frito. A rua tambem dá acesso á trilha do Vale Encantado com as suas plantações de açai. A praia de C…

Votre hôte : Pedro

Membre depuis juillet 2017
  • 3 commentaires
Sou português/angolano de Lobito, Angola, casado com uma Natalense e radicado em Natal, RN, há alguns anos.
Durant votre séjour
Moramos numa casa vizinha e estamos disponíveis maioria do tempo.
  • Langues: English, Français, Español
  • Taux de réponse: 50%
  • Délai de réponse: en une journée
Pour protéger votre paiement, ne transférez jamais d'argent et ne communiquez jamais en dehors du site Web ou de l'appli Airbnb.

Ce qu'il faut savoir

Les règles de la maison
Arrivée : Entre 14:00 et 21:00
Pas de fêtes ni de soirées
Les animaux de compagnie sont permis.
Logement fumeur
Santé et sécurité
S'engager à appliquer le processus de nettoyage en profondeur d'Airbnb. En savoir plus
Les consignes d'Airbnb en matière de distanciation sociale et de la COVID-19 en général s'appliquent.
Aucun détecteur de monoxyde de carbone déclaré En savoir plus
Aucun détecteur de fumée déclaré En savoir plus
Conditions d'annulation

Découvrez d'autres options à Pium (Distrito Litoral) et ses environs

Plus de logements à Pium (Distrito Litoral) :